Sexta à noite

(Música do dia: Jar Of Hearts - Glee)




Estamos dias sem nos ver, e já sinto a sua falta. Sabe quando uma peça do quebra-cabeça simplesmente não vem na caixa? É assim que me sentia, menos pelo fato que eu sabia onde a minha peça estava, só que o tempo não nos deixava matar a saudade que sentíamos. Eu já estava cabisbaixa, pensando em te mandar uma mensagem de boa noite quando chegasse em casa.

Então você me surpreende no trabalho, com seu sorriso de canto e covinhas, oferecendo as minhas rosas favoritas. Eu corro para você, e quase sufoco as rosas com a força do meu abraço. Você diz que sente a minha falta e me chama de linda, e logo ficamos abraçados por um momento. E eu só queria ficar ali para sempre.

Mas você interrompeu meus pensamentos, e me convidou para jantar. Não pensei duas vezes em dizer sim, sem importar qual roupa usava, ou em qual lugar você estava planejando me levar. Entramos em seu carro, e te observo enquanto dirige, pensativo. Fico surpresa quando o carro para em frente à um prédio, e você apenas sorriu enquanto abria a porta do carro para mim.

Chegamos em seu apartamento, e fiquei sem fôlego quando vi a cozinha repleta de velas, e quando vi qual foi o jantar que você preparou para mim, só consegui rir. Lasanha, o meu prato favorito. Quando foi que você ficou tão atencioso assim? Depois assistimos um filme, daqueles água com açúcar que só eu amo, mas que você assiste mesmo assim. A cada cena você roubava um beijo meu, e até as cenas finais, eu era quem roubava os seus beijos. 

A noite termina. Eu em seus braços, e as nossas roupas jogadas sem jeito aos pés da cama. Não sei o que deveria estar sentindo neste momento. Talvez medo, felicidade ou desejo de mais? Bem, eu só sei que estou sentindo todos esses sentimentos misturados, como um só. Será que é amor?

-S.C

Postagens mais visitadas deste blog

Recomendo: Goblin (도깨비)

retrospectiva

o beija-flor e a flor