o cansaço que é a vida



(Música do dia: Broken - Jake Bugg)

Neste exato momento, o café que acabei de tomar corre quente em minhas veias e se estabelece em meu estômago. O gosto do pão com margarina, queijo e presunto, ainda está na minha boca. E nesse momento, a vida parece tão dentro dos eixos, sem pressão e expectativa alguma. Meu pai colocou um CD antigo de Roberto Carlos e está sentado no sofá com um olhar impaciente e relaxado ao mesmo tempo, isso é possível?
Minha mãe está parada na frente do portão conversando com nossa vizinha, e minha irmã deve estar em algum quarto do hotel no Maranhão, dormindo, estudando ou conversando com os amigos no What's App.
E eu? O que tem sobre mim?
Lendo, pesquisando, observando, escutando, digitando, sentindo... Nossa, que profundo! Hum...
Estou me sentindo cansada muito frequentemente, física e emocionalmente, e de repente eu não sei o que fazer com a minha vida em casa, no colégio, no coração. Confusa como sempre mais infinitamente confusa. Que estrago, hein?
Não sei porque, mas me sinto como se estivesse somente me arrastando em um mar de areia sem fim, pois minha vida já virou rotina, sabe? E eu meio que me canso dela a cada minuto, bem, exceto quando estou com a minha melhor amiga, ela tem um poder incrível de me fazer sentir bem, acho que é pra isso que as amigas servem afinal, não é?
Minha lista de garotos não para de crescer, e acabei de adicionar mais dois nomes na minha lista antes de cinco. Não sei muito bem o que os garotos veem em mim. Não é como se eu usasse uma placa de neon vermelha dizendo 'olhe para mim'. É realmente estranho ás vezes.
Ler romances não ajuda muito a minha imaginação, e me vejo constantemente perdida nas aulas de Matemática em que eu supostamente deveria estar prestando atenção para não ficar na recuperação final no fim de ano.
Me encontro escrevendo rascunhos de um livro no meio da aula de Português.
E realmente não fico mais torcendo o pescoço para ver o garoto por quem eu sentia algo, o que acho que deve ser um claro sinal de avanço, né?
Bem, acho que é isso. Escrevo se achar algo de interessante ou importante para compartilhar com quem quer que esteja lendo esse post.
Tchau.

-S.C

Postagens mais visitadas deste blog

Recomendo: Goblin (도깨비)

retrospectiva

o beija-flor e a flor